5 motivos pra aprender inglês

20/10/2017

Quem acompanha o Claramente Insana já deve ter percebido que vira e mexe eu coloco algo em inglês por aqui. Seja em imagem de filme, música ou alguma expressão no meio do post, sempre acaba aparecendo algo na língua do tio Sam.
Isso acontece porque pra mim é natural agir desse modo. Sou quase fluente (meu nível é médio/avançado) e chega a ser meio estranho pensar em como as pessoas que não sabem inglês vivem. Sim, esse pensamento é bizarro, já que a grande maioria não tem um conhecimento mais aprofundado nesse idioma. Só que isso está errado, viu? E hoje vim trazer 5 motivos pra você aprender inglês. C’mon!

1- Assistir filmes/séries estrangeiras nunca mais vai ser a mesma coisa

Que atire a primeira pedra quem nunca ouviu uma reclamação de dublagem. Não querendo desmerecer o trabalho dos dubladores nem nada (sei que eles fazem o que podem e que não é um trabalho fácil e muito menos bem remunerado), mas olha... muita coisa acaba perdida na tradução. Fora que às vezes a gente acaba querendo assistir algo que acabou de ser lançado e ainda não tem dublagem, aí tem que esperar séculos pra poder ver.

2. Ouvir músicas também vai ser diferente
É simplesmente maravilhoso aprender a letra só de ouvir.

3. Muitas palavras e expressões utilizadas no cotidiano são da língua inglesa
Entender seu significado faz com que tudo faça mais sentido.

4. Muitos jargões de trabalho são em inglês...
e saber o que eles querem dizer faz com que você cre$ça profissionalmente.

5. Aprender algo novo é muito gratificante

Cada nova conquista vale a pena!



Me encontre nas redes sociais: Facebook | Instagram
Beijos,

            Duane.
logoblog

Resenha: Água Micelar Making Easy!

18/10/2017

Uma das coisas que esse blog mais influenciou na minha vida foi a curiosidade. Sempre busco coisas novas para poder postar por aqui. Nunca fui muito ligada em produtos de beleza ou moda, mas já que senti uma necessidade vinda de quem acompanha meu conteúdo (você <3), passei a procurar. E nossa, que virada! Hoje sou a doida dos produtinhos baratos e eficientes. Falando nisso, hoje vim fazer resenha da Água Micelar Making Easy!.
A promessa: "A água Micelar Making Easy! foi desenvolvida para limpar, demaquilar e purificar a pele. Produto dermatologicamente e oftalmologicamente testado".
A embalagem é estilo garrafinha, com a tampa bem firme, e vem com 220ml de produto, que sai por um bico dosador pequeno, porém eficiente.
Confesso que logo na primeira passada achei uma coisa esquisita: o cheiro. Diferente de outras águas micelares, que têm alguma fragrância na fórmula, essa não tem. Acredito que, além de deixar o produto mais barato, isso faz com que ele seja mais seguro para pessoas que possuem a pele mais sensível e propensa a alergias.
Em relação à textura, realmente é uma água. Leve, sem uma gota de óleo (sim, acredite, esses dias usei uma água micelar que dizia ser oil free, mas tinha óleo), deixa a pele super fresquinha (ótimo para esses dias quentes de verão).
Agora vamos pra hora da verdade. Afinal, a água micelar Making Easy! limpa mesmo a pele? Tchãm, tchãm, tchãm, tchãm... SIM, limpa mesmo! Olha, não cheguei a testar com produtos a prova d’água, primeiro porque nem uso, segundo porque a própria marca diz que caso a sua necessidade seja a remoção de maquiagem pesada, o melhor é usar o demaquilante bifásico. Mas em relação a limpeza real oficial e remoção de batom, rímel, base e corretivo, vai sem medo que é sucesso!
Pelas fotos dá pra ver bem que é só virar o mesmo algodão três vezes que sai toda a maquiagem. Vale lembrar que aquela sujeira que não vemos a olho nu, a água micelar Making Easy! também limpa.
Gostei bastante, viu? Custa R$17,90 e você encontra em qualquer loja física Vale Verde, no site da farmácia e também no site da Flora Cosmética.
* A Farmácia Vale Verde me enviou o produto, porém este post não é publicidade. Estou indicando porque realmente gostei, não recebi nenhum centavo por isso (e mesmo se tivesse, toda resenha que faço aqui no blog é verdadeira, feita com amor <3).
Me encontre nas redes sociais: Facebook | Instagram

Beijos,
            Duane.


logoblog

Fotógrafas que amo seguir no Instagram

16/10/2017

Ultimamente eu venho filtrando bastante o conteúdo que consumo na internet. Acredito que se não agrega, não deveria ter espaço na minha vida. Por esse motivo, passei a seguir só pessoas que adoro nas redes sociais que acompanho. Como gosto de compartilhar amor nesse blog, achei que seria legal indicar algumas fotógrafas que fazem um trabalho maravilhoso e embelezam meu feed. Lembrando que a lista não está em ordem de preferência, viu?

A Tati é arquiteta e fotógrafa, duas profissões que admiro muito. O feed dela tem um jeito todo especial de ser, é impossível não ver uma foto e pensar “é da Tati!”. Não preciso nem olhar o @ e já sei que é dela. Vou tentar explicar: ela captura momentos cotidianos e pessoas de uma forma especial, artística. Quase nada é montado, posado. É tudo muito natural – e isso é incrível.

Achei a Alexandria aleatoriamente por meio de uma hashtag. Logo de cara me apaixonei, porque, assim como a Tati, ela gosta de fotografar a vida real. Seu trabalho é bem voltado para a fotografia de paisagens e famílias. É de sentir um quentinho no coração, sério!

Sim, a Marcelle, do Pitacos da Mana, também ataca de fotógrafa. E sabe o que ela mais mostra no seu perfil? Pessoas! São fotos muito verdadeiras, o amor transcende aquelas imagens, fazendo a gente acreditar no poder desse sentimento. 

Bom, esses foram os instas que eu realmente precisava indicar por aqui. Caso você tenha gostado, comente, quem sabe eu não faço mais uma rodada de indicações? ;) Ah! Conta aí, qual perfil você mais ama ver no seu feed?
Aproveitando pra fazer um jabá: se você ainda não me segue lá no insta, corre! É de graça e vez ou outra posto umas fotíneas bem bacanas - @claramenteinsana <3
Me encontre nas redes sociais: Facebook | Instagram

Beijos,

            Duane.
logoblog

Como fazer um bullet journal (fácil!)

13/10/2017


Eu sou do tipo de pessoa que se não se organiza, se perde. E quando eu me perco, fico sem saber o que fazer. Por esse motivo, sempre procuro anotar o que preciso fazer em alguma agenda. Acontece que com esse ritmo louco de vida adulta, é super fácil se perder. É lista de tudo quanto é coisa, fora o controle de gastos e outras cositas más. A agenda comum não estava mais adiantando. Me perdia do mesmo jeito, procrastinava horrores e sentia aquela horrível sensação de não ter tempo pra nada. Como sou brasileira e não desisto nunca, corri pro tio Google e acabei descobrindo que o Bullet Journal poderia resolver meu problema.
Bullet Journal é um caderno em que você coloca TUDO. Sério, tudo mesmo, desde controle da poupança até tracker de episódios de séries. E, diferente daquelas agendas compradas em papelaria, ele fica do seu jeito, só com o que você precisa. Mara, né? Mas como fazer um Bullet Journal?

1. Escolha um caderno


Pode ser qualquer um, até mesmo usado. Eu comprei um bem simples da Tilibra, esse aqui. O ideal é que ele seja de um tamanho que você possa levar na bolsa/mochila, ou seja, bem fácil de carregar por aí.

2. Enumere as páginas

Créditos da foto
Essa etapa é extremamente importante por motivos de: é pela numeração das páginas que você não vai desperdiçar nenhum pedacinho de papel e sempre encontrar o que precisa.

3. Deixe as primeiras 3 páginas reservadas para o sumário

Créditos da foto
É lá que você vai colocar o que está em tal página. Assim dá pra localizar o que quer rapidinho. O segredo é deixar umas páginas em branco, porque o sumário vai aumentar com o tempo.

4. Faça uma legenda

Créditos na foto
Por meio da legenda vai ficar tranquilo de saber qual tarefa é mais urgente, qual está pela metade, qual está finalizada... E, como já disse antes, isso vai de você.

5. Busque inspiração
O Pinterest está cheio de exemplos de Bullet Journal. Outro lugar bem legal pra ter uma ideia do que fazer é o Youtube. Um vídeo que me esclareceu muito foi esse aqui:


6. Faça
Agora é a hora mais legal, a hora de começar o Bullet Journal em si. Recomendo tirar um tempinho pra pensar o que vai te ajudar de verdade e daí abrir espaço para essas listas no BuJo. Caso precise de uma luz, achei essas listas interessantíssimas:

7. Fique tranquila

Créditos na foto - Taí um bullet mais vida real
Caso você seja que nem eu, péssima em desenho e lettering, pode ser um pouco frustrante começar o BuJo e perceber que ele não está ficando do jeitinho Pinterest de ser. Calma! Com o tempo ele vai ficar a sua cara. O Bullet tem que ser algo fácil de fazer. A partir do momento em que você se estressa querendo que ele seja igual o de outra pessoa, já deu errado. Faça do seu jeito, mesmo que sua letra não seja perfeita e aqueles headers não fiquem Tumblr. O que vale é se organizar e clarear a mente.

8. Divirta-se!
Mesmo tendo zero habilidade manual, amo mexer no meu Bullet Journal. Ele é bem da vida real, sem essas firulas do Pinterest, mas vem me ajudando pra caramba.
Se você quer um post específico sobre como é meu BuJo, conta aí nos comentários que vou ter o maior prazer de fotografar meus garranchos e rabiscos.
Me encontre nas redes sociais: Facebook | Instagram

Beijos,

            Duane.
logoblog

21 coisas que em aprendi em 21 anos

09/10/2017


1. A gente muda. O tempo todo.
2. ‎Só que a gente permanece a mesma pessoa, sacas? A essência fica.
3. ‎Amigos de verdade são poucos. Eles ficam. Você vai saber quais são, mais cedo ou mais tarde.
4. ‎Não há nada de errado em ser você mesma.
5.  O tempo é relativo.
6. ‎Aliás, tudo é relativo.
7. ‎Não existe dia ruim. Existe dia em que você não agradece pelas pequenas coisas boas.


8. ‎Tudo bem não dar conta de tudo hoje. Amanhã é um novo dia.
9. ‎Tudo que acontece de ruim é para melhorar.
10. As pessoas julgam tudo, o tempo todo. E isso inclui você.
11. Basicamente, aceitar que está sendo julgada e agir da maneira que achar melhor é o mais sensato a se fazer.
12. Você não precisa seguir modas ou se encaixar em um padrão.
13. Tome cuidado com o que diz por aí.
14. Cada um interpreta o que ouve de um jeito, e isso pode ter consequências assustadoras.
15. Ou seja: procure ser gentil, sempre.


16. Falando em ser gentil, a maioria das pessoas tende a ser grossa com as pessoas que ama. Procure quebrar esse costume ridículo.
17. Se você falhar, não significa que você é um fracasso.
18. Amor = respeito
20. Planeje, mas não se prenda ao planejamento.
21. A vida é aprendizado.

E você, o que aprendeu em todos esses anos?
Me encontre nas redes sociais: Facebook | Instagram


Beijos,
          Duane.
logoblog
1 a 6123456Próximo
1T 1U 1V-1k

Receba as novidades do blog no seu e-mail

Siga no instagram