Carta à todos os ex- amores


Oi, olá, boa noite, como vai... É, não sei mesmo como me dirigir à vocês. Mas sentem-se, peguem um café, porque isso aqui vai demorar um pouco.
Todos vocês me decepcionaram. Alguns mais, outros menos, mas, mesmo assim, todos me fizeram sofrer. Por isso, obrigada. Posso sentir daqui a surpresa de vocês. Se acalmem, eu explico: é, foi ruim, foi amargo, mas o que eu posso fazer? Já dizia Oscar Wilde, corações foram feitos para serem quebrados. Passou, e com cada um de vocês aprendi algo, e por isso sou grata.
Aprendi que príncipe encantado não existe, que amor nem sempre é correspondido, que não adianta acelerar as coisas só porque está apaixonado, que não é justo ficar bravo só porque a pessoa não é tudo que você imaginava, ela não tem culpa pelos seus devaneios.
Acima de tudo, aprendi que antes de amar outra pessoa, você tem que amar a si mesmo. Não se deve procurar alguém para solucionar os seus problemas, mas sim para dividi-los, assim como as alegrias.
Mas não, não comecem a achar que só porque agradeço pelo aprendizado estou “de boa” com o que vocês me fizeram passar. Declaração pelo Twitter e no dia seguinte mandar recado pela minha amiga, dizendo que está namorando outra pessoa? Desmarcar encontro uma hora antes, alegando que o pai mandou limpar a casa? Ameaçar o próprio amigo só porque ele apertou minhas bochechas? Espalhar pelo colégio que sou uma vadia porque eu te dei um fora? Sair gritando pelo corredor que não me quer porque sou feia? Mentir? Trair? Gente, isso não é coisa que se faça!
Uma dica para vocês: cresçam. Algum de vocês me valorizou de verdade? Quero dizer, valorizar mesmo, tendo consciência dos meus defeitos, não me idealizando? NÃO! Todos exigiram de mim uma paciência extrema e uma perfeição inatingível, coisas que eu não posso oferecer.
Sei que posso estar viajando na maionese, mas mesmo depois de tudo isso, ainda não perdi as esperanças de receber flores na faculdade, de algum dia alguém me pedir em namoro de verdade, olhando nos meus olhos, esse tipo de coisa.
Loucura? Talvez. Excesso de filmes de amorzinho? Provável (apesar de eu ainda achar todos meio idiotas). Mas fico feliz de ver que, após todas as babaquices sofridas, cresci, fiquei mais realista, porém não perdi aquela centelha de esperança, aquela que me diz que um dia tudo vai dar certo apesar dos pesares.
Ex-amores, insiram aqui todos os meus xingamentos não ditos à vocês: ___________________________________________________________________
Pelos bons momentos, mais uma vez, obrigada. Sejam felizes, e não cometam os mesmos erros.


Atenciosamente,


                           Duane.

6 comentários:

  1. Amei esse texto. A verdade é que mesmo que 99% seja sofrimento, o amor vale a pena se tiver 1% de felicidade, de loucuras, de paixão... Du, você me fez ganhar o dia com esse texto <3

    Isa Cordeiro | www.isacordeiro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain, obg, vc que me fez ganhar o dia com o seu comentário <3
      Bjoos.

      Excluir
  2. Ex amores são algo que deveriam sempre ficar no 'ex' Niahhaha ><
    Ótimo texto! Gostei *-*
    http://diariodelolivlet.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Lembrei de todas as coisas que meus exs me fizeram passar. E ainda bem que estão no passado mesmo! hahahahah

    http://www.bilhetedagarrafa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha ex bom é ex que fica no passado de vez! haha.
      Bjoos.

      Excluir

Gostou? Comente! Não gostou? Me diz onde errei pra arrumar ;)
E please, se for pra fazer comentário inútil, o temido spam ("adorei o post, visita meu blog?" blergh) sério, pode ir embora meu amor.
Se você tá na vida de blogueiro(a) também, e fizer um comentário legal após ter lido o post, pode ter certeza que vou retribuir a gentileza, é só deixar o link ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...