Sim, eu sou feminista

20/05/2016

Olá pessoas!
Quando fiquei sabendo que um dos temas do mês de maio pro Discípulas de Carrie era dar uma de Carrie no próprio blog, eu soube: tinha que falar de feminismo. Primeiro, porque a Carrie é um ícone do poder feminino. Segundo, porque há alguns meses atrás eu não me considerava feminista, e um livro, um vídeo e um post pro blog (um post pro Discípulas de Carrie, aliás) sobre o Dia Internacional da Mulher, mudou tudo. Vou explicar melhor.

Imagem: We Heart It
A visão que eu tinha do feminismo era, como a da maioria das pessoas, limitada. Eu acreditava que feministas eram extremistas, que o feminismo era um machismo feminino. Mas não. Esse vídeo da Jacky Reis explicou melhor e me fez entender que o feminismo não tem nada a ver com o machismo. Recomendo muito que vocês assistam, é curtinho, divertido e esclarecedor.
Quando eu estava no colégio, tinha uma professora de sociologia que dizia "Marcha das Vadias não é feminismo". E eu não entendia, porque pra mim, era a representação perfeita do movimento: mulheres iradas, mostrando o corpo por aí e xingando todo mundo. Que fique bem claro: eu não sou contra a Marcha das Vadias. Mas só agora entendi que o feminismo é diferente pra cada um. Porque o que me empodera pode não empoderar você. É muito relativo. Se você não gosta de sair mostrando os peitos pra protestar, não fica sem depilar as axilas, ou não sai por aí gritando "morte ao pênis!" você não é menos feminista que a coleguinha ao lado que faz tudo isso.

Imagem linda que peguei do insta da Demi Lovato <3
Em março, tive que fazer um post sobre o Dia Internacional da Mulher, e acabei lendo muito, coletando várias informações, aprendendo mais sobre o que é feminismo de verdade.

Imagem: We Heart It
 O conceito principal do feminismo é o seguinte:
Feminista: pessoa que acredita na igualdade social, política, legal e econômica entre os sexos.
Ele veio do livro Sejamos Todos Feministas, da Chinamanda. Esse livro me fez perceber que sim, eu sou feminista. Acredito que mulheres são tão capazes intelectualmente quanto os homens. Acredito que devemos ter salários justos. E acredito, acima de tudo, que devemos ser respeitadas. Que temos o direito de andar por aí sem ser assediadas. Que podemos sair por aí sem nos arrumar sem ser julgadas. Que devemos ser amigas, não inimigas, pois estamos nessa juntas.


Depois que aderi ao feminismo, minha vida mudou. Meus discursos mudaram, meu modo de agir mudou, e acima de tudo, comecei a enxergar com outros olhos situações machistas que rondam nosso cotidiano e passei a lutar contra isso. Um exemplo: caras da minha sala, que eu super considero, são machistas e não admitem. Toda vez que uma mulher passa, eles fazem fiu-fiu. O que eu fiz? Tomei uma atitude! Eu disse "e se fosse sua mulher, sua filha, sua mãe?". Não adiantou nada. Só fez eles continuarem mais ainda com o fiu-fiu. O que é lamentável, vamos combinar. Mas não fico com raiva: eles receberam essa educação, e não conseguimos mudar a cabeça de quem não está aberto à mudanças. Isso não significa que não vou continuar lutando pra mudar essa situação opressora. Pelo contrário: vou lutar pela igualdade durante toda a minha vida, porque acredito nisso.

Imagem: We Heart It
Esse é o conceito do feminismo: acreditar nas mulheres e empoderá-las. Então, me diz: pra quê lutar contra um direito de igualdade? Fica a dúvida.


Me contem aqui nos comentários o que vocês pensam sobre o feminismo, e o que acharam da minha visão.
Imagem: Tumblr
Beijos,
          Duane.

https://discipulasdecarrie.wordpress.com/
logoblog

40 comentários:

  1. Oi meu amor <3
    Sobre essa postagem que eu PRECISEI ler e comentar, esta maravilhosa viu? E sobre esse vídeo, essa moça tem a mesma opinião que eu haha. Tanto que no inicio do vídeo ela citou uma frase que eu já citei lá no blog <3
    Minha tia é machista sem ao menos admitir e perceber e eu fico muito irritada com isso. Porque eu tenho muito orgulho de dizer que eu sou feminista e de vez em quando ela me arruma falar que "feministas são umas mal comidas". Isso tem cabimento?
    Eu nunca irei sair na rua nua, com pelos gritando que "homens não deveriam existir e que eles não merecem respeito algum" porque eu não sou dessas. Cada feminista tem o seu jeito de pensar e de agir, mas eu prefiro acreditar que todas lutam por um mesmo motivo: A Igualdade Social.

    Mas se formos ver mesmo, não são só mulheres que tem o direito de serem feministas. Homens também podem ser, se eles acreditarem que o mundo deve ser completamente igual, com direitos iguais, sem violência, assédios e desrespeito. Mas ainda falta muito conhecimento na cabeça das pessoas sobre isso, tanto que esses dias eu cheguei nas minhas amigas e citei que o nosso professor é feminista e elas simplesmente riram e muito. Eu fiquei confusa, ri um pouquinho também mas aquilo não me saiu da cabeça.

    Enfim, amei a postagem flor <3

    Beijos, www.valentinices.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own, muuuito obrigada Valentina!
      Realmente, a dor do parto é a pior dor do mundo, têm que respeitar a gente, né?
      Aff. É foda quando falam isso. Mas como eu disse no texto, as pessoas crescem com certa educação, e não mudam se não quiserem de verdade.
      Exatamente!
      Sim, homens podem (e devem) ser feministas também.
      Muito obrigada ♥♥♥

      Excluir
  2. Gente, que genial esse grupo, eu não conhecia!
    Primeiro: e esse vídeo? É genial, temos a mesma ideia e eu me sinto tão bem com isso. Querendo ou não existem muitas pessoas machistas, e nem percebem isso.

    Você arrasou no post!

    Beijos, Love is Colorful

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um grupo bem legal mesmo Bá, entra nele ;)
      A Jacky é ótima né?
      Pois é.
      Obrigada <3

      Excluir
  3. É exatamente isso! Muita gente tem a visão errada do feminismo, aí você vira e fala "sou feminista" e já vem as pessoas achando que você é radical e etc, mas em todo grupo social existe essa divisão dos mais radicais para os não radicais, isso é normal. Eu sou feminista, mas não sou radical, faço as coisas que eu sinto bem, não as coisas que me dizem pra fazer. Tipo uma vez quando fui de tênis pra uma festa e todas as minhas amigas de salto, no começo fiquei me sentindo o patinho feio, mas depois vi que foi a melhor escolha que tinha feito, porque enquanto eu estava lá dançando e me divertindo, minhas amigas estavam lá afundando o salto no gramado da festa. Desde quando eu era pequena, meu pai me ensinou que eu devo vestir/usar/fazer aquilo que me faz bem, e até hoje sou assim. Enquanto minha mãe queria me emperequetar toda, eu queria só usar um short e um blusão, porque me sentia bem melhor do que com um vestido. Na minha vida, a minha visão do feminismo começou aí, bem no estilo "ue, se meu colega do parquinho pode usar short, blusão e ficar descalço, por quê eu tenho que ficar de vestido e sandália?". Enfim, adorei o post!

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É foda isso, por conta das pessoas mais radicais, ficam achando que todas nós somos assim.
      Muito legal a educação que seu pai te passou! Realmente, devemos usar/fazer o que curtimos!
      Obrigada <3

      Excluir
  4. Esses dias eu vi no tumblr uma pessoa perguntando qual era a diferença de feminismo e machismo; porque, para ele, essas coisas eram iguais, só que beneficiando pessoas diferentes - homens/mulheres, no caso. Cheguei na conclusão que não é igual não; machismo coloca o homem como centro e as mulheres como subordinadas, enquanto o feminismo quer dizer que todos sejam iguais, com as mesmas condições.
    Não gosto da palavra 'feminista', porém. Mesmo aceitando e concordando com a definição da palavra, acho que é meio desnecessária. O que é realmente necessário e deveria ser foco era no que podemos mudar para que essa igualdade tão almejada seja alcançada, né?
    Não sei; minha opinião.
    Mas gostei do post. Fez com que eu pensasse bastante no assunto.

    Beijos,
    Bi.

    - www.naogostodeunicornios.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o feminismo busca a igualdade, ao contrário do machismo.
      É questão de opinião né, haha. Pra mim, você é feminista e não sabe hahah.
      Obrigada <3

      Excluir
  5. Muita gente não sabe a diferença entre ser feminista e feminazi né? A feminista nada mais faz do que lugar pela igualdade, mas já vi muito mocinho por aí achando que ser feminista é odiar pênis. Gente, parem que tá feio.

    Gostei da sua história a respeito da descoberta desse segmento. Inclusive, o livro que você indicou tá na minha listinha pra comprar! Eu compreendo o conceito e me considero, mas ando meio quietinha no sentido de mudar o mundo, o que tá errado u.u A gente tem que fazer nossa parte de conscientização :)

    BEIJO
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh Hellz, eu nem concordo tanto com o termo feminazi mais, apesar de não achar legal a atitude delas. E sim, feminismo não tem NADA a ver com odiar pênis hahahah.
      Compra sim Hellz <3 É bem baratinho, coisa de 8 reais e tal.
      Tem mesmo ;)
      Obrigada por passar por aqui <3

      Excluir
  6. Vou levantar e vou te aplaudir menina. Umas das coisas que eu mais gostaria de ver eram mulheres (e homens também, pois o feminismo é para homens também) se emponderando. Isso é legal, é bom, é ótimo de se ver. Nós temos muitos ícones feministas: Emma Watson, Frida Kahlo, Malala, e todas elas viveram épocas diferentes e mesmo assim pregam o que realmente é o feminismo: direitos iguais. Eu já era feminista mesmo não sabendo que era, então quando me auto intitulei feminista, não tive nenhum problema, pois eu já sabia pelo que eu realmente lutava.

    Amei o post e amei você ter se empoderado dessa forma! Por mais mulheres empoderadas!
    Beijos
    www.womenrocker.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que lindo seu comentário <3
      Essas mulheres são realmente admiráveis, ícones <3
      Muuuito obrigada, mesmo <3

      Excluir
  7. Oi Du!

    Então, complicado! hauahuah Ultimamente para dizer se eu sou ou não feminista, eu primeiro pergunto o que a pessoa considera feminismo, aí sim eu digo se sou ou não. Pelo seu post, concordo em muitas coisas com você. Mulheres são tão capazes quanto o homem sim. merecemos mesmos salários para mesmos cargos, respeito e tudo mais! Sim, concordo e brigo por isso. Mas acreditar, como muitas acreditam, que igualdade é poder catar mil na balada sem ser chamada de "vaca" pq homens são chamados de "garanhões" isso pra mim é muito pouco.
    E concordo um pouco com o que a Bianca comentou... não gosto muito da palavra "feminismo" pq apesar de saber das diferenças, me lembra a palavra machismo, mas é uma questão de gosto só, nada a ver com o ponto real da história.

    Ótimo post pra galera pensar!
    Bjinhos
    JuJu
    www.asbesteirasquemecontam.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O complicado é que distorcem o movimento né. Aí, dizer pras pessoas que é feminista acaba sendo um problema x.x
      Olha, como eu disse, coisas diferentes empoderam mulheres diferentes. Antes eu julgava muito quem faz esse tipo de coisa. Hoje percebo que não acho legal essas atitude de pegar todo mundo, seja homem ou mulher. Mas isso é algo pessoal. Se a guria quer pegar todos, que pegue, hahah.
      Tenso isso né, a semelhança entre as palavras x.x
      Muito obrigada <3

      Excluir
  8. Muito legal você esclarecer mais desse assunto tão importante. Parabéns!
    Boa semana!

    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Post incrivel. Eu também tinha essa visão de que feminismo era essas mulheres revoltadas gritando no meio da rua, sem roupa hahaha. Mas depois percebi que era outra coisa, que era direitos iguais. Lindo post, expressou muito bem a sua opinião e com certeza a de muitas mulheres <3

    Dany Guimarães| Legalmeente Ruiva | Legenda da Trindade
    http://www.legalmeenteruiva.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é a imagem que a gente cresce achando que é verdadeira né, hahah. Ainda bem que mudamos de opinião!
      Muito obrigada ♥

      Excluir
  10. Eu também tinha uma visão bem equivocada sobre o feminismo e desde o ano passado quando comecei a ler e aprender mais, tá sendo só amor. Todo mundo precisa conhecer melhor o feminismo. <333 beeeijo, Ja fomos legais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisa mesmo!
      Muito obrigada por comentar <3

      Excluir
  11. Que post maravilhoso!
    Adorei isso "o que me empodera, pode não empoderar você". Isso é verdadeiro e acho que talvez é o que falta ser divulgado para que as pessoas possam aceitar e ser a favor do feminismo.
    Passei um bom tempo achando que não era feminista e sim uma "defensora dos direitos iguais", até me dar conta de que não preciso me preocupar com o que não me representa. Não acho legal a marcha das vadias, por exemplo, mas é simples...só ignorar. Assim que surgir um movimento legal e que eu me identifique, posso divulgar e comentar sobre.
    Seu post clareou muitas coisas. Está incrível, de verdade. Parabéns!
    Beijo

    Blog Lua Soares

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Cada pessoa é diferente, não é todo mundo que vai sair gritando pelada por aí, né? hahah.
      Muito obrigada ♥♥♥

      Excluir
  12. Eu acho que o feminismo tem seu lado bom e ruim, pois como tudo na vida tem pessoas que viajam e queimam o movimento!
    Sou mais a favor do humanismo. É minha filosofia de vida. =)

    Chiquereza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, tudo na vida tem seu lado bom e seu lado ruim.
      Que legal!
      Muito obrigada por comentar ♥

      Excluir
  13. Que sintonia, acabei de publicar um post sobre o porquê de eu ser feminista, aí vim visitar seu blog e tinha um post sobre o mesmo assunto <3 Gostei bastante de tudo o que você disse. Sorte a nossa que vamos lendo, adquirindo conhecimento e conhecendo mais sobre esse movimento maravilhoso que é o feminismo. Tenho esperança de que ao invés de ensinarem o machismo às crianças, as pessoas passarão a ensinar o feminismo. É um movimento que me libertou e acredito que liberta muita gente, sou muito feliz sendo feminista! Beijos, linda
    www.purpurinaacida.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal Isa, vou ir lá ver o seu!
      Também tenho essa esperança. Pelo menos os nossos filhos a gente sabe que vão ter uma educação diferente, né? A nossa parte a gente faz.
      Liberta mesmo! Feminismo é só amor ♥
      Muito obrigada ♥♥♥

      Excluir
  14. Postagem maravilhosa, tenha uma semana abençoada.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderExcluir
  15. Adorei seu texto Duane!! Achei muito bacana expor seu ponto de vista e explicar um pouco mais pro assunto! É importante as pessoas saberem o que realmente é feminismo, porque as vezes acho que esse é um assunto que acaba confundindo as pessoas né?
    Beijosss
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eba!
      Com certeza. Quanto mais for falado, menos tabu vai ser!
      Muito obrigada ♥

      Excluir
  16. Cara, que incrível seu post!!
    Eu fui influenciada pelo mesmo livro que você, só que na época eu vi primeiro palestra dela (que é genial, mesmo conteúdo do livro).
    Eu concordo com tudo o que você disse. Fico triste até hoje de ver tanta gente contra o feminismo, muitas vezes sem nem entender o que é. Gostei particularmente da parte onde você ressalta que empoderamento não é a mesma coisa pra todo mundo. Queria poder abraçar todas as mulheres do mundo e dizer: para de falar mal das atitudes da amiguinha, deixa ela ser feliz. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro e a palestra são maravilhosidades da vida né?
      É tão chato né, quando a pessoa é contra sem nem ao menos conhecer direito. E não é mesmo <3 Eu também!
      Muito obrigada ♥♥♥

      Excluir
  17. Concordo com você que cada uma tem seu feminismo, eu também tinha uma visão bem limitada. Eu sempre fui feminista, eu só não sabia qual era o nome disso. Hoje sou muito mais empoderada, muito mais eu mesma e outra pessoa. O feminismo realmente me salvou de eu ter um complexo de inferioridade.

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geralmente a gente começa com uma visão bem limitada mesmo. E acredito que a gente ainda tem muito o que aprender!
      Eu também!
      Que linda <3
      Muito obrigada por comentar ♥

      Excluir
  18. É bem complicado mesmo, quando a gente cresce numa sociedade totalmente machista entender o feminismo. É um processo, como foi o seu: lendo, vendo outras opiniões, entendendo e chegando a conclusão que faz mais sentido pra você.

    mas acho que o que importa mais é realmente isso, entender e lutar pelo o que se acredita.

    Já tive várias discussões com pessoas que não conseguiam entender que certa atitude é machista, mas nosso papel é continuar falando, gritando e divulgando pro mundo todo o preconceito que ainda existe.

    Beijos
    A Mente Transborda
    Curta no Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem isso. Temos que ir lendo muito pra começar a entender.
      Com certeza!
      Eu também x.x
      Isso mesmo <3
      Muito obrigada por comentar ♥

      Excluir
  19. Eu luto incansavelmente, todos os dias, pra encher o saco de todas as pessoas que eu conheço que fazem atos machistas. Encho o saco mesmo. Encho muito!
    Depois que descobri o que era o feminismo eu soube na hora que tinha encontrado tudo o que sempre procurei: material para lutar pelos meus direitos.
    Quando eu era mais nova, ninguém falava sobre o assunto e ninguém se importava em me tachar como "sexo frágil" ou usar termos pejorativos ou simplesmente assobiarem na rua. Nunca gostei disso, mas nunca soube me expressar contra isso. Agora eu consigo e eu não posso estar mais feliz com isso.
    Falo sobre feminismo na internet, com meus amigos e com a minha família. Bato o pé quando conheço alguém que ainda toma como verdade o "feministas querem ser melhores" e não desisto até deixar claro qual é realmente o significado da palavra, da luta.
    Sei que eu devo ser considerada chata por muitos, mas pelo menos eu fiz a minha parte e me sinto bem com isso.
    E, juro, toda vez que vejo um post falando sobre o assunto os meus olhos brilham <3

    Abraço,
    milenaschabat.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma alegria sem tamanho quando finalmente nos empoderamos e nos vemos feministas, né?
      Também sou considerada chata por muitos. Afinal, feminismo ainda é um tabu. Mas ainda bem que fazemos nossa parte!
      Ain, obrigada ♥

      Excluir

Gostou? Comente! Não gostou? Me diz onde errei pra arrumar ;)
E please, se for pra fazer comentário inútil, o temido spam ("adorei o post, visita meu blog?" blergh) sério, pode ir embora meu amor.
Se você tá na vida de blogueiro(a) também, e fizer um comentário legal após ter lido o post, pode ter certeza que vou retribuir a gentileza, é só deixar o link ♥

1 a 6123456Próximo
1T 1U 1V-1k

Receba as novidades do blog no seu e-mail

Siga no instagram