Ser blogueiro é fácil?

07/06/2016

Cŕeditos na imagem
Olá pessoas!
Há alguns dias atrás, ouvi a seguinte frase: “hoje em dia, qualquer um é blogueiro”. Na hora não falei nada, não queria briga. Mas a afirmação ficou martelando na minha cabeça.
Afinal, ser blogueiro(a) é tão fácil assim?
A resposta, obviamente, é não.
Desde que comecei a levar esse trabalho realmente a sério, percebi o descrédito com que as pessoas tratam quem é desse ramo. E isso não é uma reclamação. É uma constatação.
Sei que muitas blogueiras acompanham o Claramente Insana, mas também tenho leitores que não fazem ideia do trampo que é manter o blog no ar. Hoje vou mostrar pra vocês o quão “fácil” é fazer tudo isso (obs: nem falei sobre manter um canal no youtube, um trampo maior ainda).


1º passo: criar um blog (sim, não basta apenas estalar os dedos)

Imagem: We Heart It
Relativamente fácil após a terrível escolha da plataforma, é só ter uma conta no google ou wordpress, e clicar em criar blog.
Duração média: 3 minutos.

2º passo: escolher um nome (plágio não vale)


Imagem: Pinterest

Parece bobo, mas leva um tempo ENORME. Precisa ser algo marcante e fácil. Fora que hoje em dia a maioria dos nomes já foram registrados, ser original no século XXI é um baita esforço.
Duração média: 1 à 30 dias.

3º passo: fazer o layout (se você quer um site bonitinho, vai ter que SUAR meu bem, SUAR)

Imagem: Vice
Layout é a cara que você vai dar pro seu blog. Sites bonitos não são feitos do nada. Você precisa entender de html, uma coisa bem gostosa de mexer, bem fácil.
Caso você não entenda nada desses códigos, vai a) aprender (o que leva alguns meses); b) contratar alguém pra fazer por você (vale dizer que um layout profissional custa em média 200 temers – ou mais); c) revirar a internet atrás de um layout grátis (pra ajudar quem tá nessa, eu fiz um post com os layouts free mais legais que já encontrei) – e mesmo assim você vai ter que entender um pouco de html, pra personalizar.
Duração média: 1 à 6 meses.

4º passo: contratar um domínio e uma hospedagem (o blog não vem magicamente com o .com)


Imagem: Verigisn
Pra quem não sabe, domínio é o .com, .com.br e afins. Isso é pago anualmente. Lembrem-se: a pessoa ainda não ganhou um centavo e já tem que desembolsar pra pagar o domínio. Os mais “baratos” têm a configuração feita pelo próprio blogueiro (meu caso), e, adivinhem, é suuuuuper “fácil”.
Meu blog ainda é hospedado no blogger, então ainda não tenho experiência alguma com hospedagem, não quero nem pensar em como vai ser quando for migrar pra outra plataforma.
Duração média: 1 à 15 dias.

5º passo: fazer os posts (as postagens não se escrevem sozinhas)

Imagem: Favim
Pensar num tema (rezando pro bloqueio criativo passar longe), fazer uma pesquisa sobre o tal assunto, escrever (o que envolve técnicas de escrita, pesquisa sobre o tema e aprender determinados tipos de texto, como a resenha), revisar, fotografar (você vai ter que aprender a fotografar), editar (você também vai ter que aprender a fazer edição de fotos), pesquisar imagens de boa qualidade, creditar essas imagens pegas na internet, revisar de novo, formatar o texto (o que às vezes também tem que ser feito no maravilhoso html), e, finalmente, postar.
Duração média por post: de 1 a 10 dias.

6º passo: divulgação (afinal, ninguém conhece o seu blog)

Imagem: Tumblr
Criar uma página no Facebook e angariar curtidas (vou te contar um segredo: fazer as pessoas curtirem uma página com poucos likes é bem difícil), conseguir seguidores em todas as 2164163465 redes sociais existentes, divulgar em grupos dessas mesmas redes sociais.
Duração média (da divulgação em grupos, porque manter redes sociais é algo constante): 3 a 5 horas.

7º passo: criar um blogroll (sem amigos do ramo você não é nada)

Citação à blogs e Beatles? É muito amor!

No meio desse embolado de blogs ruins (sim, a blogosfera está cheia deles), você vai ter que encontrar pessoas que façam conteúdo de qualidade (que saibam a diferença entre a e há, entre mas e mais) e que gostem do seu conteúdo, pra vocês crescerem juntos.
Duração média: varia, eu demorei um ano pra encontrar blogs que eu amasse de verdade.

8º passo: responder comentários (gentileza gera gentileza)
 
Imagem: Favim

Não é todo mundo que faz isso. Mas eu, particularmente, gosto de responder todo mundo e agradecer.
Duração média: 15 min à 1 hora.

EXTRAS: gastar antes de ganhar, demorar séculos pra ganhar centavos, lidar com spam/pessoas chatas (“mas por acaso você ganha dinheiro com isso?”) /blogueiras que fazem conteúdo ruim/gente que faz plágio/falta de leitores e reconhecimento, estar em aprendizado constante.
"Blogue como se ninguém estivesse lendo. Blogue para si mesmo, primeiro e sempre. Blogue porque você sente vontade de compartilhar coisas que você ama, e você nunca irá ficar sem ter o que blogar" (autor desconhecido) - Imagem do Tumblr
Calma. Nada disso foi uma reclamação. Apesar das dificuldades, eu AMO ser blogueira. Amo a liberdade criativa, criar conteúdo, poder trabalhar em casa, ter um contato direito com meus leitores, fazer amizades na blogosfera, receber mimos em casa e ver o retorno de todo esse esforço. Eu nasci pra isso.
O que eu quis com esse texto ENORME foi mostrar pra vocês que ser blogueira não é fácil. Não é simplesmente abrir um blog, estalar os dedos pra conseguir leitores de postagens que surgem magicamente, e em seguida estar rica, viajando pelo mundo. Se fosse assim, todo mundo teria um blog com milhares de leitores.
Então, antes de sair falando por aí que ser blogueiro é fácil, pare e pense: “eu seria capaz de passar por todo esse trampo, segurar a barra sem ganhar um centavo, pra anos depois conseguir reconhecimento?”. Fica a reflexão.
E para as minhas amigas blogueiras: FELIZ DIA DO BLOGUEIRO! Parabéns para todas nós, que aguentamos tudo isso e ainda amamos fazer o que fazemos, em prol de uma internet com mais conteúdo de qualidade.

Beijos,
          Duane.
logoblog

14 comentários:

  1. Olá, tudo bom?
    Eu concordo plenamente com você, não é fácil ser blogueira, eu mesma estou nisso apenas por diversão, não ganhando nada em troca a não ser isso mesmo. E me sinto realizada com isso, sabe? É gratificante ver que você faz uma coisa e as pessoas gostam.
    É um mundo compartilhado, é bom ver que tem pessoas que sentem o mesmo, que compartilha dos mesmos gostos e interesse, sabe?
    Adorei a postagem!

    Sessão Proibida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, ser blogueira é gratificante!
      Uhum <3
      Obrigada :3

      Excluir
  2. Me dá um ódio quando o pessoal torce o nariz quando eu falo que sou blogueira. Sim, tem pessoas que leva como profissão, que ganha dinheiro, outras que faz por que ama, (eu faço por que amo, por que quero viver disso, por que quero ser reconhecida por algo que eu faço), mas ai a pessoa acha que é só fazer uma coisa, postar lá e vuala. Cara, e a treta da criatividade? pesquisar imagem, pesquisar conteudo, editar foto, editar texto, ler e reler, responder comentários... É um caos essa nossa vida e tem gente que ri -_-

    http://www.agindodiferente.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, verdade, nossa vida é um caos mesmo, mas um caos muito gratificante <3
      Obrigada <3

      Excluir
  3. Du, vem cá me dar um abraço! Passo pelas mesmíssimas coisas. Vivo ouvindo: "ah, mas pra você é fácil, você pode acordar a hora que quer". Dá vontade de responder: "é mesmo, quando eu acordo um duende já veio e escreveu os post, tirou as fotos, gravou os vídeos." Mas que vontade de dar um choque de realidade nesse povo... Mas a gente ama o que faz, e isso é o que importa :) Com dedicação, vamos conquistar tudo que desejamos. E menina, divulgar é difícil demais hahaha Beijos!
    Blog Vintee5 | Canal Vintee5

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou à procura desse duende, quem tiver informações, mande sinal de fumaça porque estou sem celular, por favor HAHAHAH.
      Vamos mesmo ♥
      Obrigada Lu *u*

      Excluir
  4. Du, essa postagem merece ser estampada na parede de todos os quartos, salas, murais do Brasil, rs. Não é fácil criar, não é fácil manter... principalmente com boa qualidade e SINGULARIDADE. Podem existir diversos blogs, mas quantos investiram tempo árduo e tudo o que podiam no layout, no domínio, nos cuidados, nas atualizações? Quantos buscaram fazer postagens realmente úteis e reflexivas? Quantos tem conteúdo detalhado? É aí que mora a questão. Blogueiro de fato é aquele que realmente dá tudo de si e busca compartilhar o que é enriquecido. É a mesma coisa: eu posso pintar, eu posso fazer um desenho (mesmo sendo horrível nisso), mas um ser de talento que pinta com maestria como a sua arte, é de fato um pintor. É o que falta as pessoas enxergarem.

    SEMQUASES.COM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pouquíssimos! É bem essa a questão mesmo.
      Exatamente!
      Obrigada ♥

      Excluir
  5. Que post legal <3 Realmente não é fácil. Eu sou blogueira desde 2007 (já tive tantos blogs que perdi a conta), mas o Purpurina Ácida foi criado há menos de 3 meses. Inclusive, escolher o nome foi a parte mais difícil para mim, fiquei cerca de 1 ano querendo voltar a ser blogueira (após ter abandonado esse mundo em 2012) e eu só não voltei antes, pois não tinha nenhuma ideia legal para o nome. Ser blogueiro em busca de dinheiro não vale a pena, pois não é bem assim que acontece, ainda mais com tantos blogs que existem hoje em dia. Sempre vai ter alguém mais famoso que você. Blogar, então, vale a pena apenas para quem gosta de escrever, compartilhar descobertas e experiências, editar fotos, mexer com html, achar pessoas com o mesmo gosto que o seu...
    Beijos
    www.purpurinaacida.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nome é algo difícil mesmo.
      Acho que o mais importante é amar o que faz. E dá pra viver disso, muita gente vive, tem que ter força de vontade.
      Menine, cê tá sumida do blog, volta a postar, please!
      Obrigada <3

      Excluir
  6. Que legal, adorei as dicaaaas!
    Gostei muito seu layout, ele é um pouco psicodélico hahaha
    :*

    ResponderExcluir
  7. Adorei as dicas! Super importantes mesmo!
    Saudades de você no blog.
    Beijos!

    http://jj-jovemjornalista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi mais um desabafo, hahah.
      Obrigada!

      Excluir

Gostou? Comente! Não gostou? Me diz onde errei pra arrumar ;)
E please, se for pra fazer comentário inútil, o temido spam ("adorei o post, visita meu blog?" blergh) sério, pode ir embora meu amor.
Se você tá na vida de blogueiro(a) também, e fizer um comentário legal após ter lido o post, pode ter certeza que vou retribuir a gentileza, é só deixar o link ♥

1 a 6123456Próximo
1T 1U 1V-1k

Receba as novidades do blog no seu e-mail

Siga no instagram