1 mês de Mindfulness

04/10/2016


Olá pessoas!
Há exatos 4 meses atrás, eu me propus um desafio: ficar um mês sem reclamar. Foi incrivelmente maravilhoso (e difícil). Relatei tudo aqui no blog e senti que vocês gostaram bastante, tanto quanto eu. Prometi pra mim mesma que não pararia por ali e que sempre me desafiaria a ser uma pessoa melhor, afinal, o mais legal da vida é estar sempre aprendendo e evoluindo, não é mesmo?
Já fazia um tempo que eu queria meditar todos os dias. Se vocês viram o “15 coisas pra fazer até o fim do ano” (um post que eu fiz ano passado), viram que esse era um dos tópicos. Até que eu consegui, mas o hábito não enraizou, e logo acabei parando. Porém, eu fiquei muito chateada com isso, e sempre ficava com aquela vozinha na cabeça me dizendo que tinha que arrumar um jeito de voltar.
Aí eu li esse post do Vintee5, e fiquei com o tal do Mindfulness na ideia. Depois, li a matéria principal da Superinteressante do mês passado, que era... tcharãm! O tal do Mindfulness.
Mas afinal, o que é Mindfulness?


Mindfulness, na tradução ao pé da letra, é atenção plena, ou seja, é um estado mental. Já pararam pra reparar que geralmente estamos com zilhões de coisas rodando na cabeça, e, além disso, fazemos tudo no automático? E não é um automático bom, do tipo “eu malho todo dia e nem preciso ficar me cobrando, já virou rotina”. É um automático do tipo “puta merda, comi tudo e nem senti o gosto”. O resultado? Stress, fadiga, e sensação de que não temos tempo pra nada além de obrigações chatas.


Quanto às zilhões de coisas na cabeça, geralmente elas se referem ao passado ou ao futuro. Podem ver, sempre estamos ruminando algo que aconteceu e não dá mais pra mudar, ou algo que está pra acontecer e queremos que dê certo. E o presente, onde fica? Oprimido, tadinho. A gente simplesmente NEGLIGENCIA o presente. Isso é absurdo, afinal, já dizia o sábio Justin Timberlake “ontem é história, amanhã é mistério”. O que sobra? O maravilhoso agora (pera, isso não é nome de filme?)! É aí que entra o Mindfulness. Pra alcançar a tal da atenção-plena e sair desse buraco negro do dia-a-dia, são utilizados diversos exercícios simples, porém eficazes, meditativos e psicoeducativos.


O Mindfulness tem como objetivo fazer a gente parar e observar. Estar presente de corpo e alma, numa atitude não-julgadora, aceitando as coisas boas e ruins, aprendendo com elas. Vivendo, não apenas existindo.


Diante dessas informações, eu decidi me desafiar a praticar o Mindfulness por um mês e ir contando, semana a semana, os resultados pra vocês. Vai ser, no mínimo, divertido, não acham? Acredito que esse desafio vai trazer conhecimentos incríveis tanto pra mim, quanto pra vocês.
E aí, já conheciam o Mindfulness? Me contem!
Beijos,
           Duane.
logoblog

10 comentários:

  1. Nossa, isso de comer e não sentir o gosto e nem ter "tempo" pra saborear, já aconteceu MUITAS vezes comigo. Boa ideia para um nome de um filme: O Maravilhoso Agora ;) gostei! Hahahaha! Não conhecia nada sobre o mindfulness. Eu ultimamente ando apenas existindo mesmo, me sinto até mal quando paro pra pensar, porque vejo minha vida passando pela minha frente e eu dando "tchauzinho" pra ela, sabe? Eu tenho mania de querer fazer tudo ao mesmo tempo. Resultado: acabo me focando em uma coisa, de repente perco o foco e já to fazendo outra coisa e no final nada fica terminado. Vai contando nas semanas sim. Se puder, me avise toda vez que sair post novo sobre essa sua experiência, porque aí eu vou aprendendo com você e fazendo aqui também.

    Beijos!
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAH e tem sim!
      Eu também não conhecia, mas tô adorando saber mais.
      É complicado, sei bem como é isso, uma sensação de sufoco, né?
      Vou avisar, pode deixar! Como eu disse, acho que vai ser de utilidade pública.
      Obrigada pelo apoio, Thami!

      Excluir
  2. Olá, tudo bom?
    Eu vi uma postagem aqui sobre esse assunto e me parece uma coisa bem complicada de se fazer. Tanto que eu acho que não conseguiria, mas é uma coisa com a qual eu concordo muito.
    A um tempo atrás eu ficava reclamando de tudo e não procurava melhorar nada, ficava mórbida num canto pensando em consequências e não procurava uma solução para nada. Não vivia a minha vida.
    Mas parei para pensar que tudo isso era uma grande bobeira, ficar no canto fazendo nada e esperando as coisas cair do céu não resolve nada.
    Eu vou adorar acompanhar isso e se o resultado for bom e eu gostar vou praticar também!
    Boa sorte.

    Sessão Proibida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil, mas vale muito a pena!
      Eba!
      Obrigada, Lunii :)

      Excluir
  3. OI SHERLOCK

    sabe do que mais? Eu tenho certeza que você vai conseguir e vai viciar nesse negócio, porque você é uma das pessoas mais amorzinho que eu conheço nessa blogosfera e fora dela. Então se o lance é positividade, aliás, é impossível não linkar a você.
    O post do blog Vintee5 também me deixou meio bolada, sobre como a gente vive no automático e deixa o tempo passar sem de fato vivê-lo.

    Cara, juro... sabe aquele banner do adsense que tem logo no início do blog? Logo que abri aqui, a frase "good things come for those who wait". Viu como positividade e Duane andam juntos? Até o Adsense concorda!

    beeeeeeijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tô viciando! Mas não vou dar mais spoiler, deixa baixo HAHAHAH.
      Awwwwn, que amor ♥
      Sim, fez parar pra pensar, né?
      AIIII QUE TUDOOO! Meldels, é o Universo mandando good vibes ♥♥♥
      MUITO obrigada, migs ♥

      Excluir
  4. Eu adoro esses projetos que você cria e vai compartilhando com a gente! Sério, eu adorei acompanhar aquele do um mês sem reclamar, me fez pensar muito sobre a minha "rotina de reclamações" (hahaha) Claro que sou virginiana e reclamar está na minha alma, mas né, acho que diminui um pouquinho :P
    Vou adorar acompanhar esse mês de mindfulness e ver como está sendo para você! E, claro, entender como posso fazer também!

    Um beijo! ♥
    www.daniquedisse.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAH, fico muito feliz em saber que esse tipo de desafio contagia você :333 É maravilhoso pra aprender a analisar nossas ações e as consquencias delas, né?
      EBA \O/
      Obrigada, Dani, de verdade :3

      Excluir
  5. Nossa, eu vou amar acompanhar isso! Eu entrei um pouco em contato quando estava achando que ia morrer de tanta dor de cabeça e ansiedade e fui obrigada a começar a praticar yoga. Mas pra mim sempre foi muito difícil 'desligar' algumas coisas da cabeça, então eu demorei horrores pra conseguir focar em mim e confesso que ainda, as vezes, a yoga só e ajuda a alongar. :( Preciso muito começar um desafio assim também. Posso te acompanhar? Haha. Acho super válido nos esforçarmos nessas questões e levarmos uma vida melhor até que vire rotina nos sentirmos bem e completos, né? :)
    Beijos,
    Bru
    Blog Moderando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil mesmo, Bru! Tem que ter muuuuita disciplina.
      Pode sim, com certeza! Vamos juntas!
      Sim, exatamente isso ♥
      Obrigada, Bru :333

      Excluir

Gostou? Comente! Não gostou? Me diz onde errei pra arrumar ;)
E please, se for pra fazer comentário inútil, o temido spam ("adorei o post, visita meu blog?" blergh) sério, pode ir embora meu amor.
Se você tá na vida de blogueiro(a) também, e fizer um comentário legal após ter lido o post, pode ter certeza que vou retribuir a gentileza, é só deixar o link ♥

1 a 6123456Próximo
1T 1U 1V-1k

Receba as novidades do blog no seu e-mail

Siga no instagram