Resenha: Mas você vai sozinha? (Gaía Passarelli)


Olá, pessoas!
Sozinha. A maioria das pessoas lê essa palavra e já imagina outra: tristeza. Acontece que não, as duas não estão relacionadas. Clichê dos clichês: curtir a própria companhia é melhor ou tão legal quanto sair acompanhada. E já que sair sozinha é legal, por que não viajar sozinha? O tema ainda é controverso, meio “amo ou odeio”, mas tem muita gente quebrando essa barreira. Uma delas é a Gaía Passarelli, escritora de viagem e jornalista musical que viaja o mundo e conta tudo no seu blog, How to Travel Light. Essas aventuras renderam o livro Mas Você Vai Sozinha?
De cara, Gaía já avisa: os relatos do livro são crus e sinceros. Em suas crônicas, a autora manda a real: viajar sozinha não é um conto de fadas (mas a vida não é nenhum filme da Disney, então a gente toca pra frente mesmo assim).


Sabe aquele livro que te faz ficar perdida em pensamentos, e que você tenta ler aos poucos pra não acabar logo? Então... é esse. A linguagem da Gaía é muito acessível e os textos são muito reflexivos e engraçados, sendo lindamente ilustrados pela Anália Morais.


Além de interessante e bonito, Mas Você Vai Sozinha? é útil. No fim de cada crônica, a autora fala mais sobre o lugar e dá dicas pro caso de você querer ir sozinha pra lá. Sim, porque todo mundo sabe que andar por aí é perigoso, principalmente pras mulheres. Sobre isso, Gaía explica que “se fosse para ficar dentro de um casulo, seria melhor nem sair da sua cidade, certo? O segredo é sempre lembrar que você não está em casa, mas em numa parte do mundo onde os códigos de comportamento são diferentes dos seus. O mundo não é seu quintal”.


A edição está incrível, a Globo Livros realmente caprichou. São 175 páginas de puro amor. Não encontrei nenhum erro ortográfico, as folhas são amareladas e o material da capa é meio emborrachado, suave ao toque.
Outra coisa muito legal sobre o livro é que foram disponibilizados papéis de parede pra celular, ilustrações e playlists exclusivas no How to Travel Light. Vale a pena conferir.


Mas Você Vai Sozinha? faz a gente perceber que sim, vale a pena conhecer novos lugares, novas culturas, novas pessoas. Mas se você não quiser, tudo bem também. O importante mesmo é parar de procrastinar e ir logo arcar com as consequências do que nos faz feliz.
E vocês, gostam de sair sozinhas? Ficaram curiosas pra ler o livro da Gaía?
Beijos,
           Duane.

4 comentários:

  1. nossa que bacana conhecer esse livro! eu ha mt tempo faço coisas sozinha, viajo, cinema, bar etc etc, e mt gente tem uma dificuldade estranha msm né, fiquei com mt vontade de ler pq super me identifiquei

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal que você já faz isso, Lívia! Eu também adoro sair sozinha, acho que o próximo passo seria uma viagem solo. Procura ele sim, aposto que você vai adorar!
      Obrigada ♥

      Excluir
  2. OI SHERLOCK

    eu já vi algumas resenhas super legais sobre esse livro e, um fato: Ele é realmente necessário <3 Tá cheio de machista por ai achando que mulher só pode sair acompanhada e isso não é nem um pouco verdade. Segundo... infelizmente, por esse mesmo machismo, temos que andarmos por ai precavidas sempre.
    Mas somos todas irmãs e estamos sempre aqui pra nos protegermos mutuamente. Quero muuuuuuuuuuuito ler esse livro *-*

    beijo
    beinghellz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, com certeza não é verdade! Podemos e devemos gostar de curtir nossa própria companhia. Tamo junta o/
      Obrigada, migs ♥

      Excluir

Gostou? Comente! Não gostou? Me diz onde errei pra arrumar ;)
E please, se for pra fazer comentário inútil, o temido spam ("adorei o post, visita meu blog?" blergh) sério, pode ir embora meu amor.
Se você tá na vida de blogueiro(a) também, e fizer um comentário legal após ter lido o post, pode ter certeza que vou retribuir a gentileza, é só deixar o link ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...