Seja gentil

12/12/2016


Imagine a seguinte cena: alguém te ofende. Ofende sua família, seus amigos, seu time de futebol do coração, sua banda favorita. O que você faz? Opção a: devolve a ofensa? Opção b: sai dali resmungando e depois fala mal dessa pessoa pro mundo todo e/ou xinga muito no Twitter? Ou opção c: respira fundo, controla sua raiva, levanta a cabeça, coloca um sorriso do rosto e se afasta? Pense nisso. Realmente pense nisso.
Num mundo ideal, você responderia a opção c, sem sombra de dúvida. Mas no mundo real, você age por impulso e acaba vivendo na base do stress. Não estou te julgando, longe disso. Sei como é difícil lidar com pessoas difíceis. Acredite, eu sei.
Sempre lidei com gente me ofendendo. Diziam (dizem, ainda) que eu sou burra, idiota, preguiçosa, fofoqueira, matraca, metida, enfim, a lista é longa. Isso aconteceu comigo, mas sei que aconteceu/acontece com você também. Sempre vai ter alguém pra encher o saco, infelizmente.
Uma garota que odeia ler já me disse “que idiota”, quando me viu estudando francês por um aplicativo de celular. Outra, ouvindo isso, concordou. “Até eu sei falar francês, bon jour”. Já fui ameaçada por um cara no colégio depois de fazer todo mundo da classe rir com uma piadinha “você pensa que vou deixar te bater porque você é mulher?”. O cara com quem eu perdi o B.V inventou que eu havia tentado “abusar” dele e espalhou essa mentira pra escola inteira. Já ouvi diversos desaforos (quem nunca?).
A forma como você lida com esse tipo de situação é muito pessoal. Você pode deixar o sangue ferver nas veias e gritar com a pessoa no meio do pátio (como aconteceu com o cara que espalhou aquele boato sobre mim), ou pode deixar seu sucesso ofuscar as palavras absurdas de quem te zombou (como aconteceu com a menina que disse ser idiota estudar francês com um aplicativo).
Gente feliz não enche o saco, e a maioria das pessoas está infeliz. Infeliz consigo mesma, na maior parte das vezes. Sabe o pior? Quase sempre elas nem percebem. Ser babaca virou parte da personalidade delas. Pois é.
O segredo é ter paciência e ser gentil. Sei que não é possível ser assim em 100% das vezes, mas em 80%, dá sim. Com conhecidos, familiares, amigos ou estranhos, sempre procuro pensar que nunca vamos saber tudo que se passa na cabeça de alguém, o que ela viveu, o que fez ela ser daquele jeito. Ajuda bastante.
Não estou dizendo pra você virar uma mosca morta e aceitar tudo que te impõem, muito menos pra ser um fantoche da sociedade. Estou dizendo que a vida já é difícil, e que se você resolver se comportar exatamente como aquele ser que te irritou, vai estar colaborando com o aumento do stress no mundo. Então, que tal espalhar amor por aí? Aposto que isso vai mudar não apenas a vida dos outros, mas a sua também.
Beijos,
          Duane.
logoblog

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comente! Não gostou? Me diz onde errei pra arrumar ;)
E please, se for pra fazer comentário inútil, o temido spam ("adorei o post, visita meu blog?" blergh) sério, pode ir embora meu amor.
Se você tá na vida de blogueiro(a) também, e fizer um comentário legal após ter lido o post, pode ter certeza que vou retribuir a gentileza, é só deixar o link ♥

1 a 6123456Próximo
1T 1U 1V-1k

Receba as novidades do blog no seu e-mail

Siga no instagram