Comprei uma flor para mim mesma

12/06/2017

Minha florzínea linda <3
Todo dia dos namorados era a mesma coisa. O sentimento de fracasso era onipresente. Tudo e todos pareciam apontar que a falta de alguém ao meu lado era um problema. Quem me dera saber já naquela época que 1) isso é mentira e 2) esses pensamentos não eram naturais, mas sim colocados na minha cabeça por uma ideia disseminada há muito, muito tempo: a bendita ideia de que somos uma panela e precisamos de tampa. Mas é como já dizia a sábia Maira Medeiros: “somos seres humanos, não somos potes de Tupperware, que sem tampa ficam inúteis”.
Durante meu ensino médio inteiro (e um pouco da faculdade também), esperei que um garoto caído dos céus me desse um buquê de rosas (podia ser uma rosa só, ou uma florzinha, mas eu queria uma flor, de todo modo). Morria de inveja daquelas meninas que passavam vergonha quando recebiam uma entrega de presente do namorado. Me sentia feia, burra, incompleta e impotente. Acima de tudo, me sentia inferior.
Demorou um bom tempo pra que eu começasse a me amar. Foi aos poucos, aceitando o formato do meu nariz, me conhecendo melhor e, finalmente, gostando do meu corpo e da minha personalidade como um todo.
Autoconhecimento e amor-próprio são processos individuais. Ninguém nunca me contou que é sozinha que se encontra o caminho da felicidade. Podem tentar te convencer do contrário, mas juro, estou te dizendo a mais pura verdade.
Se hoje eu pudesse gritar alguma coisa que atingisse o coração de todas as pessoas solteiras do mundo, seria isso: você não tem culpa de nada. Não tem por que se sentir culpada, aliás! Você tem mais é que se descobrir. Descobrir as dobras do próprio sorriso, detalhes ocultos da sua essência, memórias do passado que construíram quem você é e o que você pensa, sonhar com coisas a serem construídas no futuro pela sua força de vontade. Você pode! Você é capaz! Você é maravilhosa e merecedora de coisas boas. Porque você é uma coisa boa. Você é melhor do que pensa.
Neste ano, fiz algo diferente: comprei uma flor pra mim mesma. Ela foi símbolo do meu amor-próprio. Também comprei presentes pra me entregar no dia dos namorados. Porque se tem uma lição que aprendi nessa vida de solteira é nunca entregar nas mãos dos outros desejos que são só meus. Se eu quero algo, vou lá e faço. E que continue sempre sendo assim!

Me encontre por aí: Facebook | Instagram
Beijos,
          Duane.


logoblog

4 comentários:

  1. Que lindo! Que Incrível! Que profundo, Duane! Vou compartilhar seu texto no meu Facebook porque sei que muitas pessoas precisam ler isso. Apesar de comprometida, eu não gosto do Dia Dos Namorados, não gosto como tornou-se uma data comercial. Parece que as pessoas se preocupam mais com o presente do que em tornar mais um dia feliz na vida do outro.
    Enfim, não tenho palavras para descrever o quão maravilhoso esse teu post ficou. ♥
    Blog M E R A K I

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, linda e incrível é você, Paloma! Fico MUITO feliz por você ter gostado tanto do meu texto. Também acho muito importante espalhar o amor-próprio por aí! Em pleno séc. XXI isso ainda precisa ser trabalhado (e acho que sempre vai precisar). Pois é, mulher! Bem tenso isso aí :/
      Eu é que não tenho palavras pra te agradecer! Muito, muito, muito obrigaaada ♥

      Excluir
  2. A florzinha é linda e parece aquela da Fera, do filme. Amei muito essa sua atitude! Quando você me contou seus planos, já fiquei louca pra ver. Também era assim de ficar chateada por não ter um namorado no dia dos namorados e ficava vendo todas as minhas amigas com seus ficantes já se encaminhando para um namoro fofinho. Só que conforme fui crescendo, as coisas começaram a ficar mais sérias né? Agora literalmente TODAS as minhas amigas namoram e as que não namoram, moram meio longe de mim, então acabo que fico sozinha a maioria das vezes e tive que aprender a lidar com isso para não cair em depressão. Mas é assim mesmo, vida que segue. Pra frente sempre! Peraí, o que tem de errado com o seu nariz? Ele é lindo e super assimétrico com o seu rosto, se você mudasse... aí sim não seria você. AH! Vou compartilhar seu post :D
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também achei <3 Siiim, eu lembro *-* Nossa, nem me fale, comigo também foi bem assim! Tem nada, miga, Mas ele não é padrão e eu achava isso ruim antigamente. Hoje também acho super assimétrico com o meu rosto. Eba!
      Obrigada, Thami ♥

      Excluir

Gostou? Comente! Não gostou? Me diz onde errei pra arrumar ;)
E please, se for pra fazer comentário inútil, o temido spam ("adorei o post, visita meu blog?" blergh) sério, pode ir embora meu amor.
Se você tá na vida de blogueiro(a) também, e fizer um comentário legal após ter lido o post, pode ter certeza que vou retribuir a gentileza, é só deixar o link ♥

1 a 6123456Próximo
1T 1U 1V-1k

Receba as novidades do blog no seu e-mail

Siga no instagram