Como viver o presente

Créditos da imagem: Ateliê Ame
Você já se perguntou se vive no presente? Esses dias, após assistir um vídeo do Castanhari, fiquei bem reflexiva em relação a isso.
Sempre fui do tipo de pessoa que sonha acordada, geralmente com o passado/futuro ou coisas que muito provavelmente só irão acontecer na minha cabeça mesmo. O lance é que preferir esse mundo interno é uma forma de fugir da realidade, porque ela nem sempre é o que a gente esperava (aliás, a Leslie falou disso num post super legal que eu sugiro que você leia depois de terminar esse).
Viver na nostalgia é uma coisa muito comum pra diversas pessoas, de variadas idades. Quando temos essa atitude, a tendência é ficar remoendo erros e cobrando demais de nós mesmos. 
No fundo a gente sabe que o passado não volta, mas é tentador ficar repassando a mesma situação na cabeça diversas vezes, tentando encontrar a maneira certa de lidar com determinada pessoa/situação (o que não faz sentido, porque já passou, mas na hora não percebemos isso).
E depois que você passa um tempão sofrendo no passado, seu cérebro faz uma coisa muito curiosa: ele floreia as suas lembranças pra parar com a ruminação negativa de fatos antigos. É nesse momento que tudo começa a parecer mais lindo antigamente. Com certeza você já conheceu alguém que pensa assim. Tudo pra ela era melhor antes. Eu mesma já agi dessa forma e posso afirmar que não vale a pena.
Essas duas coisas (repassar na mente situações do passado e florear memórias) fazem com que nós deixemos de utilizar a função mais útil do passado: o aprendizado.
Quando você remói memórias, não há como aprender nada, porque a culpa acaba sendo muito maior do que a reflexão. Algo semelhante ocorre quando idealizamos o que já passou, já que é muito mais fácil pensar naquilo como algo bonito e perfeito do que analisar friamente determinadas situações. Isso acaba freando o nosso crescimento e afetando o futuro. O que me leva ao próximo tópico.
 “O que vou fazer amanhã?”
“Será que vou conseguir aquele emprego?”
“E se o crush não estiver a fim de mim?”
Quem nunca se pegou pensando no que poderia ser (ou não) que atire a primeira pedra. 
É comum ficar divagando em realidades alternativas que ainda nem aconteceram (o que também não faz muito sentido, porque não há como ter certeza do amanhã).
O que o passado e o futuro têm em comum? Isso mesmo, a fuga do presente. Estamos esquecendo de aproveitar o que realmente existe e importa: o agora. A única coisa que podemos fazer é pegar o aprendizado de ontem, aplicar hoje e consequentemente construir um amanhã bacana. Faz sentido, não é mesmo?
É aí que entram aquelas famosas “filosofias de botequim”: seize the day (aproveite o dia), YOLO (you only live once – você só vive uma vez), entre outras tantas que, assim como esse texto, só querem te fazer perceber que vale muito a pena ser mais grato pelo presente. Não sabe como? Toma aí uma listinha muito útil de coisas simples que vão deixar seu dia muito mais feliz:


Experimente viver o agora, pelo menos por hoje. Garanto que vai ser libertador.
O que você acha disso?
Me encontre por aí: Facebook | Instagram
Beijos, 
          Duane.

16 comentários:

  1. Que post mais fofinho! Adorei! Realmente devemos parar de remoer o passado, e simplesmente melhorar o nosso presente, pois é através dele que conseguiremos um futuro agradável e desejável... Amei a dica das sete coisas <3

    Beijos... E ah, venha fazer uma visita ao meu blog!
    Entre Devaneios

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom! Com certeza <3
      Eba! Obrigada, Elysa ♥

      Excluir
  2. Só amor por você, Du. Antigamente eu focava muito no passado, lembrando dos tempos de pré adolescência em que tudo era feliz e fácil e eu podia passar o dia todo ouvindo música e pesquisando sobre bandas. Mais recentemente, eu foquei muito no futuro, ao descobrir que o que eu estava fazendo não estava alinhado aos meus valores e fiquei to tal men te perdida na questão de "o que fazer da vida????". Eu ainda não estou bem certa de qual é a minha missão por aqui, mas essa questão de estar presente é algo que eu tenho atentado muito muito nos últimos meses. É importante demais. Não deixemos a vida passar sem percebermos. Obrigada pela reflexão!! (E, como talvez voce leia num post meu mais recente, eu amo listas de coisas que nos deixam mais feliz. Que bônus legal! Hahaha.)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só amor por VOCÊ, Bru! Te entendo perfeitamente. Muito importante mesmo. Eu que agradeço por esse comentário lindo ♥

      Excluir
  3. Eu tenho TAG já a mais de seis anos, que é transtorno de ansiedade generalizada, ou seja, meu problema nunca foi esquecer o presente e ficar remoendo o passado, mas sim esquecer o presente e ficar vivendo um possível futuro, kk, pra mim é super fácil me pegar pensando sobre o que eu tenho que fazer amanhã enquanto eu nem consigo me organizar com o que preciso fazer hoje. Percebi como isso me limitava e me fazia mal, me angustiava, então, comecei a controlar a ansiedade e tentar no mais sentido pleno da expressão de botequim "viver um dia de cada vez".
    As dicas para deixar o dia feliz são ótimas, uma delas que funciona muito comigo é sobre se sentir agradecida, ás vezes até por coisas mínimas. Enfim, como sempre... amei o post Duane!
    Beijo, www.apenasleiteepimenta.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz. O jeito é focar nisso mesmo!
      Ter gratidão pelas pequenas coisas é realmente sensacional e nos traz de volta para a realidade <3 Eba!
      Muito obrigada, Leslie ♥

      Excluir
  4. Esse vídeo do Nostalgia e esse teu post vieram pra mim em um momento TÃO conveniente que eu tô quase chorando, juro. Minha vida deu uma virada enorme e ultimamente tudo o que eu faço é pensar no passado e planejar o futuro, e fazer essas duas coisas O DIA TODO tava me impedindo de viver o presente. Sabe quando a gente sabe que tá fazendo errado mas prefere ignorar e continuar fazendo? Então, acho que só precisava de um post teu pra cair na real, Du.
    Eu tenho muita facilidade em criar momentos na minha cabeça, praticamente faço isso todas as noites antes de dormir com a esperança de que virem sonhos... é confortável pensar em um futuro bacana, um que é todo projetado por mim, um que não deu errado. Mas, pensando agora, percebi que preciso parar de fazer isso e começar a realmente colocar os meus planos em prática, viver o momento presente (aproveitar MUITO esses momentos, inclusive) e atrair a felicidade pra mim como um imã.

    De novo, obrigada pelo post! Vou agora mesmo ler a sua indicação do post da Leslie :)
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ain, Mis! Me abraça <3 Tô muito feliz de poder ter te ajudado.
      É bem isso, a realidade paralela muitas vezes parece melhor, mas não é real e não vale a pena focar nela. Exatamente!
      Eu que agradeço, Mis, muito obrigada ♥

      Excluir
  5. É mesmo importante valorizar cada dia cada momento que vivemos pois eles não voltam

    ResponderExcluir
  6. Awn, que post mais amor da vida 💜
    Com certeza eu vou colocar em prática essas 7 dicas e ser mais feliz.

    Lindo post, Du.
    Supimpa Girl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A intenção foi espalhar amor mesmo, Vivi <3
      Eba! Obrigada ♥

      Excluir
  7. Minha nossa, que tiro! Du, tuas palavras fazem muito sentido no momento que estou vivendo. É irônico, pois eu escrevo para ajudar as pessoas, mas eu que fico do outro lado fornecendo isso não lembro que também preciso de uma ajudinha e teu texto me fez ter um momento de reflexão comigo mesma: preciso filtrar, respirar e viver - o agora.
    Esse folhetinho vai para o meu mural! ❤

    Super beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me identifico com isso que você falou!
      Aaaaaaah, que fofa <3
      Muuuito obrigada ♥♥♥

      Excluir
  8. Acredito que viver no passado e sofrer com o 'e se' do futuro são os maiores motivos das crises de ansiedade e depressão do século!
    Adorei seu post, o que me fez parar e respirar um pouco já que perdi um pouco da minha audiência depois de dois meses afastada do blog.
    Obrigada por esse texto!
    A Bela, não a Fera | A Bela, não a Fera no Youtube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza!
      Poxa x.x mas aposto que essa pausa pra você revitalizar suas forças. Fico feliz que meu post tenha ajudado <3
      Obrigada ♥

      Excluir

Gostou? Comente! Não gostou? Me diz onde errei pra arrumar ;)
E please, se for pra fazer comentário inútil, o temido spam ("adorei o post, visita meu blog?" blergh) sério, pode ir embora meu amor.
Se você tá na vida de blogueiro(a) também, e fizer um comentário legal após ter lido o post, pode ter certeza que vou retribuir a gentileza, é só deixar o link ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...