O que fazer quando bate uma bad


Esses dias eu fiquei mal. Gosto de me ver como uma pessoa positiva e sempre faço o que posso para ser feliz, mas olha... não estava dando. Conflitos pessoais, familiares e profissionais: tudo isso convergiu ao mesmo tempo. Sabe aquela sensação de que não dá mais, que você não é suficiente? Foi assim que eu me senti.
Então, pela primeira vez na vida, decidi encarar minha tristeza de verdade, sem me fazer de vítima ou apenas mentir pra mim mesma, dizendo que estava tudo bem. E quer saber? Funcionou.
Às vezes bate uma bad. É normal. Mas por mais que te digam que essa situação acontece com todo mundo, na hora da tristeza esse tipo de conselho não adianta. O conselho real, que funciona, eu aprendi com aquele filme da Disney, Divertida Mente (a vida é engraçada, né?): aprenda com esse momento. Busque o autoconhecimento e a autoconfiança.
Autoconhecimento é sobre ter ciência dos seus pontos fortes e fracos. Autoconfiança é quando esses pontos são valorizados, porque são eles que vão fazer com que você dê conta de tudo a que se propôs. Obviamente, nenhum dos dois virá de maneira fácil, mas, pra nossa sorte, a tristeza é uma grande oportunidade para exercitá-los. Pois é, a bad pode ser útil! Quem diria, não é mesmo? Apenas tente entender o que te levou até onde está, perceba como é esse sentimento e analise a circunstância.
No começo pode ser difícil porque, como falei agora há pouco, temos essa tendência de sentir demais e o que era pra ser uma reflexão acaba se transformando numa ruminação. Que fique bem claro: reflexão é quando se analisa friamente determinada coisa. Já a ruminação faz com que a gente pense apenas no lado ruim e se martirize por tudo que deu errado. Minha dica pra quando a reflexão vira ruminação é pensar o seguinte “eu fiz o que pude. E se não fiz, já passou. O passado não me define, hoje sou uma pessoa melhor”.
Da próxima vez que a tristeza chegar, lembre-se de que você é feliz, apenas está triste. Sinta sua dor, respire fundo e encare a situação de frente. Sei que você é capaz.

Me encontre por aí: Facebook | Instagram

Beijos,
            Duane.

16 comentários:

  1. Obrigada por isso, Du. A gente acha que sabe dessas coisas - e podemos até saber -, porém, pensar racionalmente em algum momento em que bate a bad é mais complicado. Como foi bom ler esse texto! Fica bem. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É realmente complicado, Bru. Por isso é tão importante se esforçar pra manter essa postura de aprendizado mesmo nos momentos mais difíceis! Fico muito feliz em saber que você gostou <3 Eu que te agradeço ♥

      Excluir
  2. Como eu amo esse blog <3
    "Você é feliz, apenas está triste". Em um relacionamento sério com essa frase. Com certeza vou ficar refletindo dias em cima desse contexto! Mandou bem! <3

    Super beijo,
    poeirasestelares.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também amo o seeeu <3
      É tão óbvio, mas às vezes a gente se esquece que aquele é só um momento triste, e não uma vida triste, né? Que bom que você curtiu <3
      Sua linda, obrigada ♥

      Excluir
  3. Esse mês está sendo para mim um pouco mais difícil de lidar e quando a bad bate é preciso respirar fundo e analisar o que podemos fazer. Por vezes, o melhor é só esperar a sensação ruim amenizar, buscando fazer coisas que nos inspirem, ne?
    Beijos ♡
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o jeito é respirar fundo, refletir e procurar fazer o que nos deixa bem <3
      Espero que você melhore :)
      Obrigada, Dai ♥

      Excluir
  4. Eu aprendi isso com o filme DivertidaMente também. Quando a Alegria viu que a Tristeza era importante também, e é né? Esse filme parece ser para o público infantil, mas nem é. A psicologia é retratada de forma leve ali, mas é falada. É exatamente isso "você é uma pessoa feliz, apenas está triste", é isso! Enfim, adorei o post!
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa parte mesmo, Thami! Com certeza.
      Sim <3
      Eba :3 Obrigada ♥

      Excluir
  5. ótimo seu texto... quem nunca passou por esses momentos? e essa sacada do divertidamente é genial né?

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  6. Eu adorei o post. Tenho passado por muitos momentos de bad e agora entendo que muitos desses momentos são importantes para refletir mais sobre mim mesma.
    bjs
    blogtrashrock.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você fique bem e tire o lado bom disso tudo, Marília <3
      Obrigada ♥

      Excluir
  7. OI SHERLOCK

    quem nunca, né? acho que esses altos e baixos que fazem sim com que a gente se sinta vivos. Creio que uma pessoa feliz todo tempo enlouqueceria, não pareceria humano isso.
    Mas como você disse... é importante encarar a tristeza, refletir sobre ela e buscar um meio de sair da bad (pra mim funciona assistir vídeos de gatinhos, da gaga ou ler!). Ruminar é um martirio e não recomendo ._. experiência própria!

    beijo
    www.beinghellz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho! Gostei das suas dicas, também costumo ler pra melhorar <3 Verdade x.x
      Obrigada, migs ♥

      Excluir
  8. Babe, que texto maravilhoso ❤️
    Eu acho que ultimamente está mais fácil passar por uma bad trip, viu? Mas eu também acho que precisamos passar por ela (às vezes) para aprendermos com ela, sabe? Sempre quando uma coisa ruim acontece comigo, uma coisa boa acontece em seguida. Acho que com todo mundo é assim, né?

    Beijão, babe
    Supimpa Girl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maravilhosa é você ♥
      Concordo contigo. Sim, graças a Deus!
      Obrigada <3

      Excluir

Gostou? Comente! Não gostou? Me diz onde errei pra arrumar ;)
E please, se for pra fazer comentário inútil, o temido spam ("adorei o post, visita meu blog?" blergh) sério, pode ir embora meu amor.
Se você tá na vida de blogueiro(a) também, e fizer um comentário legal após ter lido o post, pode ter certeza que vou retribuir a gentileza, é só deixar o link ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...