Assiste aí: Master of None

24/01/2018

Talvez você não lembre, mas ano passado eu li um livro maravilhoso chamado Relacionamento Moderno, do Aziz Ansari. Gostei tanto que ele acabou entrando em um dos meus posts de favoritos do mês. Fato é que após essa leitura fiquei bem interessada pela série do autor, Master of None, na época em sua primeira temporada. No final de 2017 decidi dar uma chance e olha... não me arrependi!
Master of None, original Netflix, foi criada pelo próprio Aziz, juntamente com Alan Young. Ele roteiriza e dirige alguns episódios, além de ser o protagonista na pele de Dev, um ator na casa dos 20 anos que mora em Nova York e, assim como todos nós, vai descobrindo coisas novas a cada dia.
Os episódios geralmente são curtos, na base de uns vinte minutos, e retratam temas extremamente necessários e atuais, desde a diferenciação que existe entre homens e mulheres até aplicativos de relacionamento. Relacionamentos estes que são a base da série, aliás, retratados de maneira leve, porém muito incisiva e verdadeira.
Várias coisas fazem com que você fique preso à trama desde início. A primeira delas é, obviamente, a atuação de Aziz, que inclusive lhe rendeu um Globo de Ouro. É impossível não se identificar com suas vivências e sofrer/ficar feliz junto com ele (destaque para o final do episódio “O outro”, da primeira temporada – sério, que devastador!).
A trilha sonora é de arrasar. Tanto as músicas quanto as melodias que acompanham as situações são escolhidas a dedo. Preste atenção em Eles e Elas, onde esse detalhe faz com que a situação fique ainda mais clara (como sou boazinha, achei essa playlist no Spotify, está bem completa).
Os personagens secundários são sensacionais. Adoro o jeito peculiar do Arnold e a sinceridade da Denise. Aliás, se fosse para sugerir algo a ser melhorado, seria a maior aparição deles na série (mas vamos ser justos: ambos têm episódios focados somente neles, então acredito que o Aziz saiba a importância dos mesmos).
Uma palavra define Master of None: humana – prato cheio para quem está na casa dos vinte anos e não sabe muito bem o que está rolando na sua vida. Com duas temporadas, é perfeita para maratonar de uma vez ou degustar aos poucos, refletindo sobre o que é retratado.

E aí, ficou com vontade de assistir?
Me encontre nas redes sociais: Facebook | Instagram
Beijos,

            Duane.
logoblog

3 comentários:

  1. Ai que dica legal! Sempre procuro séries mais curtinhas pra assistir eventualmente durante o almoço e não comprometer os horários, hahaha. Saber que aborda tantos assuntos interessantes é a cereja do bolo. Já vou assistir ao primeiro episódio hoje.
    Obrigada pela sugestão, Du! Tão bom te ver de volta. <3
    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Adorei a dica! A série está na minha lista do Netflix há tempos, mas acabo assistindo outras séries na frente... Adoro produções que focam na vida real, sabe? Acho que cria um vínculo muito maior entre o programa e o público!

    https://aquelamalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Amei a dica e achei a abordagem do tema bem legal. Quanta mais perto da vida cotidiana e real , melhor eu gosto.
    Beijos,
    DMulheresInstagramFanpage

    ResponderExcluir

Gostou? Comente! Não gostou? Me diz onde errei pra arrumar ;)
E please, se for pra fazer comentário inútil, o temido spam ("adorei o post, visita meu blog?" blergh) sério, pode ir embora meu amor.
Se você tá na vida de blogueiro(a) também, e fizer um comentário legal após ter lido o post, pode ter certeza que vou retribuir a gentileza, é só deixar o link ♥

1 a 6123456Próximo
1T 1U 1V-1k

Receba as novidades do blog no seu e-mail

Siga no instagram